Nuss… E Agora?!?

12jan/101

Videogame Arte: Wild Arms

Faz um tempo que não comento sobre nenhum vídeo aqui no Nuss... E agora?!? Nada mais justo que quebrar o jejum com uma das introduções mais emotivas da história do Playstation e, quem sabe, de toda a história dos RPGs.

Ao ver esses clássicos eu fico assim, com saudades do passado, de quando os jogos eram verdadeiras obras de arte.

31out/091

Videogame Arte – Castlevania: Lords of Shadows

A cada novo título, notamos claramente o que chama a atenção dos jogadores de hoje: a beleza estética dos jogos. Muitos se apegam somente a isso e acabam caindo em rápido anticlímax depois das primeiras horas de jogo. Outros vão além dos gráficos e evoluem como grandes produções cinematográficas tornando cada vez menor a distância entre um filme e um jogo.

24out/093

O que você ouve?

Achei esse post do WiiClube que pegou a deixa do VideoGames Live para listar as melhores músicas de videogame. Como a pergunta ficou em aberto, resolvi postar aqui as que não saem da minha cabeça. Tentei fugir dos clichés como "Mario", "The Legend of Zelda", "Street Fighter" e "Chrono Trigger": assim acho que consegui uma lista bem variada e extensa. Espero que gostem!

20out/082

Videogame Arte: Prince of Persia Prodigy

Esse vídeo é o trailer da TGS 08 do jogo Prince of Persia Prodigy. Assisti pela primeira vez no blog do Flausino e senti-me na obrigação de trazê-lo para a "Videogame Arte". Além de mostrar com detalhes a forma de ação no jogo, com cooperação, malabarismos e bastantes exageros épicos (mais alguém aí acha que transformaram "Prince of Persia" em "Shinobi of Persia" ou "Matrix of Persia"???) , o trailer é poético e cinematográfico. O que mais me chamou atenção foi o cuidado com as cenas de ação onde o foco principal é o ambiente. Muito bonito mesmo. Confira no vídeo abaixo:

6set/080

Videogame Arte: Resident Evil: Outbreak

Daqui para a frente também pretendo trazer para o Nuss uma série de vídeos de jogos com os quais eu me deparo e que mostram toda a qualidade artística que emana de um jogo de videogame. Segue então a primeira obra de arte da série, a introdução do Resident Evil: Outbreak