Nuss… E Agora?!?

17out/100

Artigo sobre o design de uma batalha contra chefes

O artigo Boss Batle Design and Structure, escrito por Mike Stout, ex-designer da Activision e da Insomniac, foi traduzido na Loading Time. O texto é muito bom, utilizando como estudo de caso as batalhas contra GladOS (de Portal) e Ganon (de Ocarna of Time), enquanto mostra em quais partes divide-se o design desse tipo de batalha. Nele também encontramos dicas para dar ritmo ao jogo e teorias de desafio-recompensa.

7mar/100

Jogos que joguei

Já faz um tempo que eu criei o O Gamer, blog onde eu pudesse escrever despretensiosamente sobre videogames. Nada das necessidades de foco de desenvolvimento, padrões de projeto ou coisas do gênero. E foi no O Gamer que eu passei a escrever algumas análises de jogos que não caberiam aqui no Nuss... E agora?!?, sob a categoria Jogos que joguei. Como acho que alguns leitores daqui se interessariam em ver algo mais leve, resolvi deixar o link das análises já postadas lá.

Resident Evil 5 não é Mais do Mesmo

Já conhece Super Metroid Redesign?

Nanovor - Um jogo para o futuro

Muramasa: The Demon Blade

Espero que gostem.

4dez/090

Feliz aniversário, Playstation!

Como toda a gamesfera anunciou ontem, (e não foi diferente no meu outro blog, O Gamer) foi aniversário do Playstation... aquele primeiro, sabe? O de caixa cinza.... Não conhece?!

22nov/091

O Gamer

Há vários meses algumas pessoas que eu conheci aqui pelo Nuss... E agora?!? levantaram uma questão: "Por quê ser tão técnico, Tiago?" O problema é que, por diversas vezes, eu queria postar coisas que não tinham nada a ver com desenvolvimento de softwares, mas tudo a ver com a gamesfera. De músicas, vídeos e imagens a análises e opiniões de jogos que não tinham nada a ver com game design.

Por muitas vezes eu simplesmente queria escrever sobre algo sem ter preocupação de fazer horas de pesquisa para não escrever bobagem. Queria simplesmente dar minha opinião... E isso não é o foco do Nuss.

Portanto, hoje eu torno público o meu site pessoal, O Gamer, que já andava na net há algum tempo. Ele vai estar cheio dessas coisas que a gente vê aos montes aí na net: vídeos, VG art, propagandas, versões de jogos para as telas, imagens e opiniões, muitas opiniões.  No Nuss... E agora?!?  você vai continuar com artigos de análise de sistemas, orientação a objetos, desenvolvimento, programação, padrões de projeto e game design.

Então, a todos os leitores fica o convite: visitem O Gamer quando quiserem relaxar e o Nuss... E agora?!? quando quiserem estudar.

1jun/092

Wiiflash: Desenvolvendo como gente grande

Essa é uma dica rápida para quem quer desenvolver para um videogame de última geração. No ByteArray você o WiiFlash, uma biblioteca em Action Script 3.0 que liga faz a comunicação entre seu Wiimote e o Adobe Flash, Flex ou Air.

13fev/090

Breath of Fire IV: Botando todo mundo para trabalhar.

Esse artigo eu escrevi para o GamedevBR, mas me esqueci completamente de postá-lo aqui também. Nele escrevo sobre uma mecânica de jogo que, na época, era diferente de tudo que tínhamos como padrão. É, até os dias de hoje, um dos importantes objetos de estudo para quem quer fugir do padrão "Active Time Battle" da Square.

Como dizem, antes tarde do que nunca: http://www.gamedevbr.com/breath-of-fire-iv-botando-todo-mundo-para-trabalhar/

10jan/090

Quer aprender a fazer um jogo?

Então você deve tirar um tempo e ler esse artigo aqui no Pih is All. Ele fala exatamente sobre o assunto.

Alguém ae tem 10 anos sobrando para aprender a programar? ;)

12set/080

O perfil do consumidor brasileiro de Jogos

Achei esse post no Gamer Brasilis e achei que deveria ajudar. A idéia do João Pascal é, como o próprio título diz, levantar o perfil do consumidor brasileiro de jogos eletrônicos. Estatisticamente falando, quanto mais gente for lá para preencher o formulário, mas corretos vão ser os resultados. Portanto, tá esperando o quê? Entre nesse link e responda você também!

3set/080

10 Exercícios de Game Design

Que o Gamecultura é muito bom, todo mundo já sabe. Mas têm horas que o pessoal lá consegue se superar. É o caso desse artigo que recomendo a vocês: 10 exercícios de Game Design. Nele o Alessandro Vieira dos Reis propõe exercícios que são, segundo ele mesmo, " 10 atividades aparentemente não relacionadas a Game Design" mas que exercitam o lado criativo, principalmente ppara trabalhar com limitações para seu design.

Vale à pena praticar com essa lista, hein?

10jul/080

“Talvez normalizar não seja normal”

Hoje vai mais um lembrete que propriamente um artigo: a idéia dele me foi mandada pelo Mário. Ele me mandou esse artigo em inglês lá do Coding Horror que mostra problemas causados pela extrema normalização em Banco de Dados.

Prestem bastante atenção quando o Jeff Atwood diz que "você deve normalizar quando os dados te disserem para fazê-lo" e não simplesmente por ser mais elegante ou teoricamente correto. Isso não significa que seu código deva ser anárquico, completamente contrário às regras de boa programação, e sim que ele seja adequado ao que escopo que o projeto prevê.

Para quem quiser mais informação sobre essa lógica, coloquei aqui no Nuss... e Agora?!? há algum tempo o artigo Padrões de Projeto: questão de bom senso. Ele fala exatamente sobre essa briga entre os pontos de vista de "faça por ser útil" e "faça por ser elegante" focado na análise de sistemas.

Lembrem-se: "Adequação, não perfeição"