Nuss… E Agora?!?

O Autor

Olá leitor. Meu nome é Tiago Serrano Frossard, porém mais conhecido na internet como Tiago Frossard. Concluí minha graduação em Informática pela Universidade Estácio de Sá, campus Nova Friburgo, em 2006. Hoje sou Analista de Sistemas na minha cidade natal, Bom Jardim, interior do Rio de Janeiro...

Sim, eu poderia continuar com essa aplicação formal, mas acho que tudo o que importa agora, sobre mim, começa quando ganhei meu primeiro videogame, um desses “genéricos” do Atari. Esse pontapé inicial moldou muito (senão a maioria) do que sou hoje. Minha mãe ainda guarda rabiscos de um menino em fase de alfabetização que, para qualquer um, não passam de papel velho mas consideramos o início de tudo sobre o que escrevo agora.

Passei por poucas centenas de jogos em vários consoles de muitas gerações. Vi a tecnologia Jogos sempre foram parte da minha essência, mas não era simplesmente o jogar. Jogos traziam muito mais que só a diversão. Traziam a curiosidade de saber como aquilo estava ali, o que foi necessário para que aquilo estivesse ali, como era trabalhar para que aquilo estivesse ali. Jogos traziam a vontade de estar do outro lado do videogame, dando vida aos roteiros, personagens e mundos que me eram entregues.

Essa vontade culminou na aproximação aos RPGs de mesa. Inicialmente, o clássico Advanced Dungeons & Dragons, com sua fantasia medieval épica. Passei por diversos outros sistemas, como GURPS, Storyteller, D&D, 3D&T e, durante tal jornada, me tornei aquilo que chamamos de mestre: o chefe da mesa, aquele que cria as aventuras e diz como as coisas vão acontecer. Me tornar criador das aventuras das quais até então era consumidor foi a realização de um sonho. Por anos mestrei para grupos variados, para novos e velhos conhecidos, grupos pequenos e grupos grandes. Mas, mesmo assim, faltava algo.

Após anos encabeçando uma mesa de AD&D iniciei a criação do meu próprio sistema, uma modificação do núcleo do AD&D que tendia muito para o RPG de videogame, no estilão dos Final Fantasies. Em paralelo, fui criando meu próprio mundo de jogo que, anos mais tarde, utilizei como palco para meu Projeto Final. Terminei em 2006 minha graduação, onde aprendi como poderia transformar aquele conhecimento de RPG em um jogo de videogame.

Sem dúvidas essa experiência com RPGs é a fundação dos meus conhecimentos em desenvolvimento de regras, entendimento de dinâmicas de jogo, criação de roteiros e design de personagens. Além disso, ela também culminou no que, no final da faculdade, eu reconheceria como minha paixão pela análise e projeto de sistemas, pelos padrões de projeto, pela gerência de pessoas. Trabalhar com isso tudo, ser hoje um Analista de Sistemas, é a maior recompensa que eu poderia ter.

Agora estou aqui, entre implementações e interfaces, repassando meus pontos de vista, levando a vocês o conhecimento que tenho colhido. Porém, muito mais importante que isso, estou levando a vocês o conhecimento que, sem vocês mesmos, eu não teria conquistado. É graças aos pedidos e dúvidas postadas no Nuss... E agora que me mantenho sempre buscando artigos interessantes, correndo atrás de soluções, descobrindo coisas que, sem vocês, eu jamais conheceria.

Obrigado por fazerem essa mais importante parte de mim.

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários





Leave a comment

Sem trackbacks