Nuss… E Agora?!?

30ago/090

E você já sabe do Prêmio Nave?

Vocês sabem que eu não sou de postar notícias aqui no Nuss... E Agora?!?, mas dessa eu tenho que falar: foi prorrogado até o dia 16 de Setembro o período de inscrições do Prêmio Nave, uma iniciativa do Oi Futuro em parceria com a SB Games. A idéia do prêmio é estimular a produção nacional de jogos e revelar novos talentos, sejam eles independentes ou não, do Brasil ou do exterior. É uma ótima oportunidade para dar um tapa naquele seu jogo que tá paradão lá na gaveta e mostrá-lo à luz do dia.

No site vocês encontram as informações e regras para participar e no YouTube, mais informações sobre o que é o NAVE.

27ago/099

Os efeitos de um cataclismo em um mundo de jogo – World of Warcraft: Cataclysm

O que acontece quando um MMORPG faz sua atualização cíclica? “Adiciona novos itens e monstros, Tiago”. Não só isso, mas também novas áreas, desafios, magias e coisas do gênero, tudo para manter seus jogadores entretidos por mais um período, até que outra expansão seja necessária... e mais outra... e mais outra, num ciclo infinito.

http://nusseagora.blog.br/

Deathwing não é só "mais um dos 300"...

Seguindo essa linha de raciocínio, imagine que queiramos trazer para um mundo um desses eventos gigantescos dignos dos livros de histórias. Algo que mude completamente o planeta, um grande cataclismo como o dilúvio, a era glacial ou o meteoro que exterminou os dinossauros, mas onde os jogadores sejam parte ativa, presenciando todo o caos e não somente lendo sobre ele nos livros espalhados pelas bibliotecas. Queremos algo grandioso... Algo como trazer uma criatura de poder imensurável que pretende aniquilar o planeta e reformulá-lo a seu bel prazer. “Ah ta. Uma grande novidade... eu posso listar aí uns 300 vilões que querem fazer isso..

Sim, todo jogo tem algo do gênero. Independente do tamanho de seu escopo, um vilão normalmente quer mudar as coisas de forma caótica, deixando aos heróis o serviço de impedir que ele consiga. A diferença em nosso caso é que o vilão CONSEGUIU fazer isso, cabendo aos heróis impedir que ele CONTINUE fazendo.

25ago/090

Nuss… 30.000 visitas!

Post rápido agradecendo a todos que participam do NEA ativa ou passivamente, comentando ou utilizando o material que encontra-se disponível aqui. Estou muito feliz com os resultados que o blog alcançou, um reflexo direto do apoio que vocês leitores e parceiros têm me dado durante esses 2 anos de caminhada. Esse apoio, que vai desde os comentários que vocês deixam aos votos no Rec6, formam a bússola na qual me oriento para escrever sobre aquilo que vocês querem ler.

Não deixem de participar pedindo novos artigos e comentando sobre o que acharam dos antigos: vocês são a parte mais importante do Nuss... E Agora?!?

23ago/094

O que raios é a UML – Parte 2

Continuando a micro-série sobre a UML, é hora de falarmos sobre como utilizá-la. A UML nos disponibiliza diversas ferramentas ou artefatos para que possamos modelar as diversas partes do nosso projeto. Tais ferramentas são chamadas de “diagramas” e não passam de uma forma padronizada de desenhar determinado tipo de problema de forma a simplificar a forma de ver o que eles querem mostrar.

“Mas e a flexibilidade que você mencionou no artigo anterior?” Então... ela tem a ver com a possibilidade de não utilizarmos todos os diagramas e sim aqueles que são relevantes ao nosso problema. Isso diminui muito a quantidade de trabalho e permite que nos foquemos somente no que nos é importante (lembram-se do princípio de pareto, né?).

22ago/092

Novo Layout

É, de novo trocando de cara. Isso atrasou um pouco o desenvolvimento dos artigos, mas acho que valeu à pena. Caso alguém note algum problema, comente aqui e avise! Enquanto isso, vou acertando as configurações pendentes.

[EDIT] Dia 01/09 e eu continuo mexendo nesse layout;

12ago/096

O que raios é a UML – Parte 1

“Tiago, você fala tanto sobre a UML, já falou de Casos de Uso, já mostrou diagramas e mais diagramas, mas até agora não disse: o que raios é a UML?”

5ago/090

Meme: Game Design ao extremo

Por lembrar de alguns jogos que o Dauto me recomendou durante esses meses, resolvi fazer um meme baseado no artigo de ontem. As regras são simples:

  • Liste quantos jogos em Flash quiser. Preferencialmente aqueles que, por algum motivo de design chamaram sua atenção.
  • Diga o que desses jogos te chamou a atenção, seja em quantas linhas quiser.
  • Repasse para outros blogs.

Começando a brincadeira, chamo o próprio Dauto, o Diego, o Ricardo, o Flausino e o Bruno. A minha lista você encontra aqui.

5ago/093

Game Design ao extremo: jogos em Flash que eu recomendo

Essa lista de jogos eu montei no decorrer de vários meses. É claro que não foram os únicos, mas só recomendo mesmo os casuais que mais me chamaram a atenção, principalmente pelo desafio de design de manter sempre controles muito simples. Ah, vale lembrar também que a lista não está organizada em um ranking de preferência. Então, aí estão os jogos em Flash que eu recomendo: